Monumentos e estátuas

Estátua de D. Afonso VI

Para assinalar os 350 anos desde a chegada de D. Afonso VI a Angra do Heroísmo, onde ficou exilado durante cinco anos na Fortaleza de São João Baptista do Monte Brasil, foi inaugurada na ilha Terceira, esta estátua de corpo inteiro daquele rei que ganhou o cognome “O Vitorioso”.
Sendo este um trabalho do escultor Rui Goulart, este descreve-o como “um desafio que correu bem”, tendo inclusive estudado ao máximo a personalidade que esculpiu, lendo tudo o que havia sobre D. Afonso VI para melhor compreender como seria a sua vida e os seus maneirismos, tendo inclusive visitado “os sítios onde ele esteve e viveu, embora já os conhecesse antes, como a ilha Terceira ou Sintra”.
No que diz respeito ao local onde foi colocado o monumento, o escultor natural do Grupo Central salienta que a autarquia não poderia ter optado por um sítio mais adequado, no Monte Brasil, uma vez que “este é um sítio que tem um enquadramento fotográfico e turístico fantástico”.
O exílio do rei terminaria em setembro de 1674, tendo vivido durante os nove anos seguintes no Palácio de Sintra, diz a história que fechado nos seus aposentos e com servidores da inteira confiança do duque de Cadaval, vindo a falecer na manhã de 12 de Setembro de 1683, ao que tudo indica com tuberculose pulmonar.        

Botão Voltar ao Topo
Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish
Skip to content