A carregar Eventos

« Todos os Eventos

  • Este evento já decorreu.

A Solidão da Casa do Regalo – Festival de Teatro 2020

16 de Outubro às 21:30 até 23:00

Apresentação 
Vencedor do prémio Almeida Garrett, em 1999. “ A solidão da Casa do Regalo” é um trabalho de Álamo de Oliveira. Trata se de um trabalho com a participação de dois atores em palco, um técnico de sonoplastia e luminotecnia. O cenário será feito de forma em que o publico se sinta dentro do quarto onde se desenrola a cena.

Sinópse: Monte Brasil (Angra do Heroísmo). Voltada para a baía, a casa é um regalo para os olhos. Menos para D. Afonso VI (Belarmino Ramos), exilado e espoliado da esposa e do reino. Partilha os dias e as noites com a solidão e com o seu pajem (Markus Trovão). Coxo, doente, envelhecido, D. Afonso é a máscara de todas as desolações. E, no entanto, tem apenas 33 anos. Vive sobre o arame da loucura e do pânico. Não distingue a luz da sombra ou mesmo da escuridão.

Hesita entre ser criança e adulto; entre ser virtuoso e perverso; Entre estar louco ou lúcido. Todas as ambiguidades o enformam. O Pajem é o seu espelho mais próximo. E também o seu bordão. A ele se arrima sempre que chega ao cume da loucura. É o que lhe resta de afecto e de capacidade para conviver e exorcizar os seus fantasmas. Por isso, chega a perder-se a fronteira que separa a lucidez de um da loucura do outro.

O acesso ao público será efetuado faseadamente, entrando primeiro os detentores de bilhetes pares, e, de entre estes, os dos lugares mais afastados da entrada. Assim sendo, entrarão primeiro os bilhetes pares por esta ordem: bancada lateral par, bancada diagonal par, bancada central par, plateia lateral par, plateia diagonal par e plateia central par. Os ímpares obedecem à mesma lógica de sentar primeiro o público que ficará mais distante das portas de entrada: bancada central ímpar, bancada diagonal ímpar, bancada lateral ímpar, plateia central ímpar, plateia diagonal ímpar e, por último, os detentores de bilhetes para a plateia lateral ímpar.

A saída será igualmente faseada e orientada pelo pessoal de sala, devendo o público aguardar, nos seus lugares, até ter indicação para abandonar a sala. É obrigatório o uso de máscara e a desinfeção das mãos à entrada.

Bilhetes à venda, no edifício dos Paços do Concelho entre as 8h30 e as 16h00, e na própria bilheteira do CCCAH que abre uma hora e trinta minutos antes do início dos concertos programados para as 21h30.

Bilhetes à venda a partir de 12 de outubro

5€
Canada Nova, s/n
Angra do Heroísmo, Açores Portugal
+ Mapa do Google
295 401 700
Botão Voltar ao Topo
Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianPortugueseRussianSpanish
Skip to content