18º Festival Internacional de Jazz de Angra do Heroísmo a 13, 14 e 15 de outubro de 2016

A Câmara Municipal de Angra do Heroísmo e a Associação Cultural Angrajazz levam a efeito nos próximos dias 13, 14 e 15 de outubro o 18º Festival Internacional de Jazz de Angra do Heroísmo – ANGRAJAZZ 2016, mantendo os objetivos lançados desde a primeira hora:

 

  • Um Festival de grande qualidade, suscetível de vir a constituir um marco no panorama musical anual dos Açores e da Terceira em particular;
  • Ser conhecido para além das fronteiras da Região, inserido no calendário anual dos festivais de Jazz em Portugal;
  • Contribuir para o desenvolvimento do gosto pelo Jazz.

 

Hoje, o ANGRAJAZZ já conseguiu atingir em grande parte estes objetivos. De facto já é relativamente frequente aparecerem referências aos seus concertos nos jornais nacionais de grande projeção, tais como o Público, o Expresso, ou o Diário de Notícias, ou nos sites Jazz.pt , jazzlogical.net, lookmag.pt, ou jazzportugal.ua.pt; Tem tido alguns dos seus concertos considerados como dos melhores do ano em Portugal (como foram, por exemplo, os grandes concertos de Jason Moran no festival de 2012, de Kurt Elling no de 2011 e o de Charles Loyd, no festival de 2010; o concerto do Transatlantik Quartet de Henri Texier, foi votado por alguns críticos o acontecimento de jazz do ano em 2010 em Portugal.); está sempre presente em vários sites na Internet, e não há dúvida de que muita gente o “tem na sua agenda”. De referir, ainda, que a maior parte dos seus concertos foram gravados e transmitidos pela RTP-Açores e muitos deles pelas RTP2 e RTP- África.

 

Na sequência da presença em Angra do Heroísmo de alguns críticos de grande nomeada a nível nacional, o Diário Insular tem publicado as críticas destes jornalistas a cada um dos seis concertos do festival.

 

Trata-se pois, de um acontecimento indispensável do calendário cultural açoriano, mas também do calendário de jazz nacional, conhecido internacionalmente.

 

Na edição deste ano teremos três dias de Festival, começando no dia 13 de outubro, com a apresentação da Orquestra Angrajazz, que este ano terá como convidados o saxofonista alto Ricardo Toscano e o clarinetista Paulo Gaspar, seguindo-se o trio do famoso contrabaixista Christian McBride vencedor este ano do Grammy para o melhor solo de Jazz e eleito recentemente o melhor contrabaixista de jazz do ano pelos críticos de jazz de todo o mundo, na votação anual da revista Downbeat.

 

No dia 14 de outubro, teremos a iniciar a noite o concerto de Desidério Lázaro “ Subtractive Colors”, licenciado em Jazz no Conservatorium Van Amsterdam, em Amesterdão, e fundador das bandas Urban Connections, Desidério Lázaro Quinteto, Quarteto e Trio, seguindo-se o Ralph Alessi Baida Quartet, cuja música é considerada pela revista Jazz Times como a mais limpa, arejada, sofisticada e disciplinada que o jazz progressivo pós moderno tem.

 

A abrir a ultima noite do festival a 15 de outubro, estará a cantora Norte Americana Charenée Wade, vencedora do segundo lugar a competição de vocalistas de Thelonious Monk Institute em 2010, que fez parte do Betty Carter´s Jazz Ahead Program, sendo uma das quatro escolhidas para o Dianna Reeves Young Artist Workshop no Carnegie Hall e selecionada para as JAS Academy Summer Sessions, em 2007-09, dirigidas por Christian Mcbride.

A fechar o festival ainda no dia 15 de outubro, teremos o fantástico e surpreendente septeto americano The Cookers, um septete que congrega um agressivo espírito musical de meados dos anos sessenta com uma potente coleção de expansivos originais post-bop marcados pelo instinto e a perfeição de alguns dos pesos pesados da cena jazzística de hoje.

 

Cecil Mcbee, George Cables, Eddie Henderson e Billy Hart Surgiram na era inebriante dos meados dos anos sessenta, período que descobriu as dimensões do hard bop, transformando as suas características originais, e cada um destes músicos ajudou a facilitar o processo como membros de algumas bandas mais importantes da época.

 

David Weiss, Donald Harrisson e Craig Handy, de uma geração mais recente e os mais jovens membros da banda, são especialistas nesta linguagem franca, com experiência adquirida com a Art Blakey, Bobby Hutcherson, Freddie Hubbard, Charles Tolliver, Roy Hayenes e Herbie Hancock, entre outros.

 

O Festival mantem assim uma enrome qualidade e uma diversidade que mostra a grande abrangência do Jazz. O Angrajazz quer ser sempre um grande festival com os melhores músicos das diveresas tendências que fazem do jazz a grande música que efetivamente é.

 

Programa disponível em : http://edicao2016.angrajazz.com

Back to top button
backspace
caps lock enter
shift shift
Virtual keyboard by Loderi.com   « » { } ~
Translate »
Close
Skip to content