Pátio da Alfândega

O pátio da Alfândega, a nascente da Alfândega, favorecia os comerciantes que, durante os séculos XVI e XVII, podiam ver, de cima da muralha, as mercadorias, em baixo, no cais. Na segunda metade do século XVIII, o pátio foi alterado, por ordem do Capitão-General, recebendo uma escadaria nobre e portas encimadas por arcos, no sentido de dignificar o acesso da então capital dos Açores. Desaparecida parte desse arranjo, o atual aspeto de reinterpretação foi-lhe dado, em finais do século XX, em obra do município e segundo desenho dos arquitetos Miguel Cunha e José Parreira.

Back to top button
backspace
caps lock enter
shift shift
Virtual keyboard by Loderi.com   « » { } ~
Translate »
Close
Skip to content