Plano Estratégico de Desenvolvimento da Ilha Terceira

No âmbito da sua actividade e missão, a AGESPI tomou a iniciativa de elaborar um Plano de Desenvolvimento Estratégico para a Terceira, considerando as vertentes específicas de cada
município na sua elaboração.
Pretendeu-se, com este trabalho, elaborar o Plano Estratégico de Desenvolvimento da Terceira com base num trabalho de consulta e envolvimento dos agentes económicos e sociais da
Terceira, que permita perspectivar o desenvolvimento dos concelhos de Angra do Heroísmo e Praia da Vitoria a médio/longo prazo. Este Plano Estratégico deverá, no futuro, desempenhar
uma referência orientadora das acções de desenvolvimento da Terceira. Para este fim, o Plano define uma visão geral da estratégia de desenvolvimento da Terceira, bem como as linhas de
orientação estratégica para as principais actividades da região e o plano detalhado de implementação das acções e iniciativas necessárias à prossecução dos objectivos estratégicos
definidos no plano.
Para quê um Plano de Desenvolvimento Estratégico? A elaboração de um Plano de Desenvolvimento Estratégico é um processo de diagnóstico, decisão estratégica, participação das partes interessadas (“stakeholders”) e realização de acções conducentes ao desenvolvimento económico e social. A partir da análise da sua base económica, a comunidade local ganha maior compreensão das oportunidades e obstáculos ao crescimento e ao investimento. Com esse conhecimento é possível expandir a base económica e o emprego através da elaboração e execução de programas e projectos estratégicos para remover os obstáculos e facilitar o investimento.
Sendo uma região com passado expressivo, as forças vivas e agentes de mudança e desenvolvimento, onde se demarca a AGESPI e os seus associados, percepcionam a necessidade de criar bases para o seu crescimento económico e promoção do emprego, como principais requisitos do desenvolvimento da Terceira.
A Terceira possui um legado histórico notável, repleto de feitos reveladores da coragem e capacidade de enfrentar as adversidades que a terra e a vida foram trazendo ao território. Este legado, de património, valores, cultura e populações, são o ponto de partida para a criação de factores diferenciadores e para a promoção do progresso, nas vertentes de crescimento económico e do emprego, num quadro de sustentabilidade e equilíbrio económico, social e ambiental.
Partindo do legado histórico e da conjuntura actual, as linhas de desenvolvimento estratégico deverão consideram os quadros de referência estratégicos regionais, nacionais e europeus.
A promoção da Terceira no quadro da Região Autónoma dos Açores é uma vertente fundamental na construção do Plano de Desenvolvimento Estratégico, procurando igualmente a sua valorização a nível nacional e internacionalmente, numa economia cada vez mais aberta e globalizada.

O documento está disponível para consulta aqui.

Back to top button
Translate »
Close